Nova entrevista do elenco de Percy Jackson para o Coming Soon


O site Coming Soon fez uma entrevista com o elenco de O Mar de Monstros e o diretor Thor Freudenthal, onde Alex, Logan Lerman, Leven Rambin e Brandon T. Jackson falam sobre o filme. Nós traduzimos todas as respostas da Alex, e você pode ler a entrevista inteira aqui.

Ao retornar a esses papéis, vocês simplesmente entraram na personagem novamente ou tiveram que se acostumar novamente com a personagem?
Alex:
Eu acho que foi um pouco disso. Passaram-se alguns anos, mas foi como voltar ao acampamento de verão. Foi ótimo porque eu estava com vemhlso amigos e estava bem confortável com ele, e você tem pessoas com quem contar e repousar se estiver tendo um dia ruim. E se estiver tendo um dia bom, tenho com quem dividir. Isso foi grande parte do que nos ajudou a voltar aos personagens. E agora nós meio que sabemos como usar a tela verde; nossas vidas mudaram e nossas carreiras também; foi uma aventura empolgante e divertida.


Vocês tiveram que fazer o treinamento de novo para esse filme?
Logan: Não houve muito treinamento. Falando por mim, e talvez pela Alex, e tenho certeza que o Brandon deve ter feito... No primeiro filme, foi nossa primeira vez nos rpeparando para um filme de ação tão grande e todo o trabalho com cabos e as lutas e essas coisas. Nós treinamos bastante no primeiro filme. Mas agora para o segundo, nos sentimos bem confortáveis. Não precisamos de muito treinamento, aquele treinamento preliminar. Mas durante o filme nós estávamos sempre nos preparando para uma nova cena de luta, ou cena com cabos, ou voar um pouco, ou alguma coisa na água.

Alex:
No nosso tempo livre nós aprendíamos as sequências de luta, mas nosso treinamento realmente nos ajudou a voltar.
Vocês tem alguma ideia do porquê tantas pessoas se identificam com sa séries de livros e filmes?
Alex:
Eu acho que é muito difícil ser criança, e é muito difícil crescer. Todos nós sabemos que é verdade. Essa série mostra que, não importa pelo que você está passando, não importa o quanto você está se esforçando ou o que é difícil para você, você ainda pode ter sucesso. Não significa que você não pode ser o que você quiser. Não significa que você tem poderes incríveis ou habilidades extraordinárias, apesar das suas fraquezas. Isso é realmente relacionável e inspirador, e é muito legal ser parte disso.  Eu acho que essa é uma das razões pelas quais as pessoas amam. É uma história relacionável e inspiradora.
Para os atores: o que eles ainda não escreveram para os personagens de vocês que vocês iam adorar que eles fizessem?
Alex:
 Eu adoro que esse filme mostra um lado mais sensível da Annabeth. Enquanto, no primeiro filme, ela é bem durona. Eu amei fazer aquilo no primeiro filme. Eu nunca tinha feito algo como aquilo, e trouxe para fora a valentona que eu nunca pude ser na minha vida normal. Eu adorei isso. Mas acho que as pessoas são uma combinação de forças e fraquezas. Acho que esse filme mostra mais dela... Ela ainda é bem forte. Eu amo esse lado guerreira dela. Mas não faz sentido um personagem ser assim o tempo todo.
Algum de vocês leu a maioria dos livros para poder interpretar melhor seus personagens?
Alex: Eu li o primeiro livro ao invés do roteiro, porque eu não tinha o roteiro quando fiz o teste. Ajudou bastante. E eu li o segundo livro, mas depois de ler o roteiro do segundo filme. Porque eu acho que são duas atmosferas diferentes, e são estruturalmente diferentes. Acho que focar no roteiro é o mais importante quando você está fazendo um filme. Mas os livros ajudam a desenvolver a personagem, e você lê algumas hístórias diferentes que foram deixadas de fora do roteiro, então é uma leitura interessante.
O que realmente chamou sua atenção quanto a esses fãs que se interessam tão profundamente nessa mitologia?
Alex: A melhor coisa para mim é que é incrível como estamos entrando em algo que inspira tantos jovens. Quando eu era mais nova – dez, onze, doze, treze anos – eu costumava ir a shows da Broadway e esperar nos fundos para pegar autógrafos dos atores. Eu achava que eles eram divinos e as pessoas mais legais do mundo. Meu sonho era estar no palco ou em um filme. Estar do outro lado da situação é bem incrível. É muito empolgante poder inspirar pessoas e ajudá-los só porque eu interpreto uma personagem com quem todos se relacionam num filme. Isso é bem legal.

0 comentário (s):

Olá! Deixe aqui um comentário sobre a postagem acima.

Copyright © 2013 Tema por SoraTemplates e Blogger Templates, modificado por Júlia Falcão.